Feira Agroecológica e Solidária de Sobral 8

Projeto implementará três tecnologias sociais em território boliviano e irá fortalecer processos de comercialização agroecológicas em Sobral, no Brasil

 

O Semiárido é um território de muitos saberes e sabores! E, quando compartilhamos saberes, fortalecemos a ideia de um Semiárido vivo que é cheio de riquezas e belezas. É neste cenário que o Centro de Estudos do Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador (CETRA), juntamente com o Fundo Internacional de Desenvolvimento Agrícola (FIDA) e o Programa Adaptando Conhecimento para a Agricultura Sustentável e o Acesso a Mercados (AKSAAM) iniciam o Projeto Saberes do Semiárido, que tem como centralidade o fortalecimento do processo de comercialização agroecológica.

 

Além disso, o projeto traz um destaque especial para a relação Sul-Sul, a partir da parceria com o Centro de Estudios Regionales de Tarija (CERDET), da Bolívia. No país, as ações terão centralidade na difusão de tecnologias sociais no Território Gran Chaco, em Tarija. Ao todo, serão três tecnologias implantadas a partir do aperfeiçoamento e processos formativos, são elas: o reuso de águas cinzas que, junto das cisternas, ampliaram a capacidade e disponibilidade de água para uso nos quintais; o biodigestor, que inovou na produção de gás para uso doméstico, e o fogão ecológico que favorece maior autonomia energética e geração de renda a partir da otimização do consumo de biomassa.

 

fotos Prancheta 1

Reuso de Águas Cinzas, Biodigestor e Fogão Ecológico

 

 

Já no Brasil, o projeto centrará atividades no território de Sobral, no Ceará, mesmo território de atuação do Projeto Paulo Freire (FIDA/SDA), onde o irá proporcionar um espaço físico permanente para a comercialização agroecológica e também o desenvolvimento de um aplicativo para a venda dos produtos.

 

Durante os 15 meses de duração do projeto serão proporcionados ricos momentos de intercâmbio e de interação com a comunidade, com a realização de um encontro internacional de agricultores e agricultoras experimentadores/as para o intercâmbio de experiências a partir das temáticas tecnologias sociais e acesso a mercados; e do I Festival Estadual de Gastronomia Agroecológica no Território de Sobral, que será realizado em parceria com a Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco e o Movimento Slow Food Ceará.

 

CETRA 12

 

Serão cerca de 130 famílias beneficiadas diretamente com o Projeto Saberes do Semiárido. São agricultores familiares, quilombolas e indígenas, e principalmente mulheres e jovens rurais, compartilhando saberes no Semiárido latino-americano!

 

O Projeto Saberes do Semiárido é uma realização do CETRA, do FIDA e do AKSAAM em parceria com o CERDET (Bolívia), Plataforma Semiáridos América Latina, Escola de Gastronomia Social Ivens Dias Branco, Instituto Antônio Conselheiro, CEALTRU, Centro Sabiá, Projeto Redes de Feiras Agroecológicas e Solidárias do Ceará (Fundação Banco do Brasil – FBB, Programa Programa de Fortalecimento e Ampliação das Redes de Agroecologia, Extrativismo e Produção Orgânica – ECOFORTE, Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social – BNDES e Governo Federal), Movimento Slow Food Ceará e Governo do Estado do Ceará através do projeto Paulo Freire.

VejaTambém