Fonte: Assessoria de Imprensa no Conselho de Altos Estudos da Assembleia Legislativa

 

O prazo de inscrições das experiências exitosas dos estados do Nordeste para a II Conferência da Caatinga é 18 de maio. O Ceará já concluiu esta etapa e está em fase de seleção final. A II Conferência da Caatinga acontecerá no período de 19 a 21 de junho, com o tema “Desenvolvimento humano e sustentabilidade”. A iniciativa é do Governo do Estado e Assembleia Legislativa do Estado do Ceará. O objetivo principal é propor estratégias para o desenvolvimento humano e a sustentabilidade da Caatinga, tendo por referência os Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS).

 

Ficará a cargo de cada Estado a seleção das experiências implementadas no território do bioma de cada unidade federativa da Região, desenvolvidas por instituições públicas (federais, estaduais e municipais), entidades da sociedade civil e da iniciativa privada, focadas nos seguintes eixos: Meio Ambiente; Agropecuária; Recursos Hídricos, Saneamento, Desenvolvimento Humano, Econômico e Social. Os projetos, planos e ações a serem apresentados deverão ter no mínimo 5 (cinco) anos de implantação e apresentarem resultados que comprovem sua eficiência.

 

Cada estado selecionará 10 experiências, que serão encaminhadas à coordenação geral, em Fortaleza. Destas, cinco serão escolhidas para apresentação em power point durante a conferência e outras cinco serão expostas em vídeos e banners, nos espaços públicos de circulação dos participantes e visitantes. As apresentações serão feitas em quatro salas, de acordo com cada tema que, além dos participantes, contará com a presença de um debatedor, um moderador e um relator. No encerramento dos trabalhos, acontecerá uma plenária com destaque para as cinco melhores experiências apresentadas.

 

A metodologia da conferência está fundamentada na disseminação de informações sobre programas, projetos e ações em desenvolvimento ou previstas nos estados do bioma, que contribuam ou possam contribuir, no futuro, para as metas previstas nos ODS, estabelecidos pela ONU, considerados estratégicos para o bioma.

 

A realização da II Conferência da Caatinga é da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará e Governo do Estado, através da Secretaria do Desenvolvimento Agrário (SDA), Instituto Agropolos e Secretaria do Meio Ambiente (SEMA), com apoio do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas (DNOCS); Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (IBAMA - Superintendência do Ceará) e Banco do Nordeste. Tem como parceiros o Instituto Nordeste XXI, a Fundação Bernardo Feitosa e o Instituto Brasileiro de Administração para o Desenvolvimento (Ibrad).

 

Mais informações: Conselho de Altos Estudos / Assembleia Legislativa do Ceará – (085) 3277-3743 ou pelo e-mail: Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.

VejaTambém