Feira da Agricultura Familiar

Nos últimos dias 25, 26 e 27 de julho, aconteceu a VII Feira Cearense da Agricultura Familiar – FECEAF, com realização da FETRAECE. A feira esteve no Parque de Exposições Governador César Cals, em Fortaleza, trazendo inovações tecnológicas, apresentações artísticas e exposição e venda de produtos agrícolas e de animais, além de artesanato e demais produtos oriundos da agricultura familiar.

A feira trouxe agricultores de todas as regiões do Ceará, do norte ao sul, do leste ao oeste, cada um com suas particularidades culturais. Todos os espaços do parque de exposições foram preenchidos com estandes de venda e haviam todo tipo de produto. Era possível ver de hortaliças produzidas de forma agroecológicas a artesanatos; goma fresquinha, bolos e carimãs até queijo de cabra e mel de jandaíra.

José pauloEntre as presenças, alguns agricultores que já expõem há um certo tempo e muitos que estavam participando pela primeira da exposição, entre eles o contagiante José Paulo, de Quixeramobim, que levava diversos artesanatos, bichos de toda espécie, jacarés, araras, cachorros  e até corujas, o curioso é o tempo de apropriação da arte, apenas dois anos, antes, o risonho Zé Paulo era sanfoneiro em trios nordestinos: “Antes eu era forrozeiro, agora só faço artesanato, me apaixonei por isso aqui, to gostando a mudança foi boa e o mais importante é que na feira você conhece outros artesãos” conta José Paulo.

Entre os novatos temos também Raimundo Iran, da comunidade Lagoa da Porca, em Paracuru, que trouxe diversos produtos, muitos vindos de seu PAIS – Produção Agroecológica Integrada e Sustentável, que funciona como uma espécie de mandala, no formato, mas tendo como cultura central a criação de galinhas. Seu Iran ressalta a importância da participação na feira “Não estamos só felizes por participar da feira, mas por representar nossa comunidade e município, tem diversos produtores que virão também nas próximas vezes”.

Luiz Carlos, presidente da FETRAECE, ressaltou a importância da feira para agricultura do estado do Ceará, levantando três objetivos na realização do evento; expor o potencial da agricultura familiar, comercializar os produtos e por fim, possibilitar negócios futuros, entre agricultores e micro empresários que queiram adquirir, futuramente, produtos da agricultura familiar. Luiz Carlos também lembrou a importância da feira do ponto de vista da FETRAECE “esse momento é importante para os trabalhadores rurais, movimentos sindicais e demais instituições que trabalham com agricultura familiar, essa é a oportunidade do campo vir de encontro a cidade, ao público de Fortaleza, que procura encontrar o sabor do campo, com produtos vindo da agricultura familiar, produzidos com qualidade, orgânicos.”

No fim, coube ao Secretário de Desenvolvimento Agrário, Nelson Martins, trazer a boa notícia “A partir do dia 1 de agosto o Parque de Exposições Governador Cesar Cals funcionará todos os fins de semana com a Feira do Cooperativismo”. Essa, sem dúvida, é mais uma oportunidade para afirmar o laços da produção vinda da agricultura familiar com os consumidores da capital.

VejaTambém