diz ai juventude

 

Por Alex Carvalho

Vai ao ar nesta quinta-feira, 07 de maio, pelo Canal Futura, às 21:15, o primeiro episódio do Diz Aí Juventude Rural: Zona da Mata, Agreste e Sertão Nordestino. Fundo Rotativo Solidário é a primeira temática a ser abordada no programa desta quinta. Essa nova leva de programa é uma parceria do Canal Futura com as organizações Centro Sabiá e Caatinga, de Pernambuco, AS-PTA, da Paraíba, Sasop, da Bahia e Assema, do Maranhão. Todos os episódios têm como pano de fundo a organização dos/as jovens camponeses/as na região Nordeste. Educação Informal e Cultural  e Acesso a Terra são as outras temáticas a serem abordadas nos dois últimos episódios que serão exibidos nos dias 15 e 22 ainda deste mês.   

O Diz Aí Juventude Rural: Zona da Mata, Agreste e Sertão Nordestino  é uma série de três episódios para televisão, da grade de programas do Canal Futura. Esta série é protagonizada por jovens rurais  de quatro estados do Nordeste que traz  para debate questões que são pertinentes a essa geração em suas vidas cotidianas. Jovens do Sertão e do Agreste de Pernambuco, assessorados/as pelo Centro Sabiá participam dos episódios sobre Fundo Rotativo  Solidário e  Acesso a Terra.

A jovem Dilene Nicolau, do assentamento Conceição, do município de Sirinhaem, Zona da Mata de Pernambuco, foi uma das protagonistas da temática sobre Acesso a Terra. "Para mim, é muito importante e é de muita credibilidade para juventude, porque está sistematizando experiências de jovens que vivem na comunidade rural e que têm um convívio com a natureza, com as famílias dos assentamentos e das áreas rurais. É de grande importância está participando diretamente da formação desse vídeo e também para as famílias que vão assistir, para os jovens que vão ver, porque eles abordam temas que têm tudo a ver com a juventude rural, têm tudo a ver com o que a gente tá vivendo hoje, as dificuldades e os enfrentamentos  que a juventude tem tido na área rural pra poder ter direito e acesso a terra, direito à água, a alimentação nas comunidades”, afirma Dilene.

Para Wellington Gouveia, técnico educador do Centro Sabiá, tornar visível o que a juventude faz anima e eleva a autoestima dos/as participantes. "Tenho visto que, principalmente os jovens, quando se veem num programa de televisão, quando eles se veem  nas publicações do Sabiá e de outros parceiros, eles se sentem muito satisfeitos com isso. Começam a divulgar nas escolas, na sua própria comunidade. Isso dá um incentivo a outros jovens para fazer o trabalho que eles estão fazendo. Até facilita a discussão dentro da comunidade sobre a importância do trabalho dos jovens, sobre a importância da agricultura familiar", avalia Wellington.

Wellington, que esteve diretamente envolvido na produção do programa sobre o Acesso a Terra, ainda destaca que os/as jovens participantes da série foram indicados/as a partir do trabalho que realizado dentro das Comissões de Jovens Multiplicadores/as da agreocologia.  “Para gravar o Diz Aí, eles e elas identificaram dentro das comissões os/as colegas  que  já estavam nessa etapa de produzir, comercializar, gerar renda a partir dos eu envolvimento no trabalho”, explica Wellington.

III ENA – A série Diz Aí Juventude Rural: Zona da Mata, Agreste e Sertão Nordestino também será lançada no III Encontro Nacional de Agroecologia (III ENA), que acontece em Juazeiro da Bahia entre os dias 16 e 19 de maio. O lançamento será dia 18, a partir das 16:00 durante a oficina autogestionada da juventude. Mais informações sobre o Diz Aí acesse o link:

http://www.dizai.org.br/fique-por-dentro/diz-ai-zona-da-mata-agreste-e-sertao-nordestino-estreia-em-maio-futura/

Para saber mais do III ENA visite: www.agroecologia.org.br

Fonte: http://goo.gl/fhbY9k

VejaTambém