apuiares dia da agua 1 7

Texto e fotos: Thiberio Azevedo

Na última sexta-feira, crianças saíram às ruas, numa caminhada, em Apuiarés, para conscientizar os cidadãos sobre os cuidados necessários à preservação da vida do Rio Curu. O encontro, intitulado Não Rio, sem meu Rio foi realizado pelo Fórum Cearense Pela Vida no Semiárido da Microregião de Itapipoca em celebração à semana das águas.

O Rio Curu nasce em Canindé e passa por mais 14 municípios, incluindo Apuiarés. Nesse município especificamente, o que preocupa a equipe que forma o Microfórum, é o lixo deixado pela população, em especial na época do Carnaval. Além das crianças, estavam presentes os membros das instituições que forma o Microfórum, CETRA, Fetraece, Cáritas, Cadesc e Sindicato dos trabalhadores e trabalhadoras Rurais (STTR) de Apuiarés. 

apuiares dia da agua

O grupo caminhou da igreja matriz da cidade até o rio, distribuindo panfletos que lembram as comemorações da semana das águas e que falam sobre preservação das águas. As crianças chamaram atenção, com seus balões azuis e eram as mais animadas para conscientizar a população.

“É importante fazer isso, por que o rio é o único pingo d’água que nós temos aqui”, disse Valônia, filha de Claudia Alves, do Sindicato de Apuiarés e do Comitê de Bacias Hidrográficas. Ela levou suas filhas pra que elas entendam a importância de lutar pela preservação do rio Curu.

Ao chegarem às margens do rio, o grupo realizou uma limpeza, enchendo dezenas de sacos. O ato simbólico, foi mais uma ação de conscientização da população local. Claudia, que mora em Apuiarés há dez anos, explica que muitas vezes é difícil realizar a limpeza dos arredores do rio, devido a muitos proprietários de terras que não dão acesso ao local por onde o rio corre. “Depois do carnaval, ainda tem tinha muito lixo, muito vidro aqui, e mesmo que essa limpeza seja um ato simbólico é de extrema importância”, ressalta.

apuiares dia da agua 1 8

Após a limpeza, o grupo seguiu para a Câmara de Vereadores do município, local onde fizeram um debate com membros das instituições já citadas e do Poder Público, Margarida, vereadora, Tobias, secretário de agricultura do município e representantes da Companhia de Gestão de Recursos Hidricos do estado (COGERH). Nesse momento discutiu-se sobre a construção de políticas públicas para preservação do rio e para gestão da água na cidade.

VejaTambém