Feira Fortaleza 640x427

As Feiras Agroecológicas e Solidárias são espaços que acolhem os saberes e os sabores da agricultura familiar. Nelas, agricultores e agricultoras comercializam alimentos cultivados com princípios agroecológicos em seus quintais. O café quentinho, a tapioca com coco, os bolos de milho, macaxeira e banana dividem lugar com o colorido das frutas e verduras frescas de cada região, regado ainda com conversa entre agricultores/as e consumidores/as.

 

As Feiras Agroecológicas e Solidárias se diferenciam das feiras livres pelos princípios da solidariedade, do respeito ao meio ambiente, além da oferta de alimentos livres de agrotóxicos, transgênicos e de exploração humana. Atualmente podemos encontrá-las tanto nas cidades quanto no campo, dando continuidade a uma antiga tradição presente nas zonas rurais do Semiárido.

 

A Rede de Feiras Agroecológicas e Solidárias do Ceará nasce em 2009 a partir de diversas experiências de comercialização e articulações vivenciadas nos Territórios Vales do Curu e Aracatiaçu, Sertão Central, Maciço de Baturité e Sobral. Ela é composta por agricultores/as, feirantes, entidades de assessoria e organizações sociais de agricultores/as. Nesse espaço são discutidas estratégias de organização, comercialização e formas coletivas de enfrentamento para superar as dificuldades impostas no processo de comercialização de seus produtos, seja no mercado institucional ou nos mercados locais e informais.

 

CETRA Oficina Qualidade dos Alimentos Mod 01 640x427

Oficina da Rede de Feiras Agroecológicas e Solidárias do Ceará

 

“Nossos produtos são de qualidade. Às vezes as pessoas vêm falar com a gente dizendo que não se estragam fácil e que dura muito na geladeira, diferente de outros produtos que eles compram fora das Feiras. Tudo isso é porque trabalhamos com a agroecologia. O alimento com qualidade faz com que as pessoas voltem pra comprar e ainda se alimentem de forma saudável.” Francisco Novo Braga (Chico Novo), Assentamento Batalha, Trairi

 

 

A agricultora e coordenadora da Rede de Feiras Agroecológicas e Solidárias do Ceará, Maria de Fátima dos Santos, conhecida como Fafá, da comunidade Jenipapo, no município de Itapipoca/CE, explica como surgiu a primeira experiência de comercialização no Território Vales do Curu e Aracatiaçu. “A gente passou três anos participando da formação do curso de Agente Multiplicador em Agroecologia. A partir do curso nasceu a Feira Agroecológica”, diz. Essa iniciativa foi apoiada pelo Centro de Estudos do Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador − CETRA e a cooperação internacional Manos Unidas, através do projeto Caminhos da Sustentabilidade para a Agricultura Familiar.

 

A Rede de Feiras Agroecológica e Solidária do Ceará surge da necessidade concreta dos/as agricultores/as ampliarem suas lutas como explica a agricultora e feirante, Antônia Marta da Silva Lopes, a Marcinha, da comunidade de Bom Jardim, em Quixadá/CE. “A Rede de Feiras surgiu da necessidade de fortalecer os grupos dos Territórios. Quando você participa de uma Rede, como tem mais gente, você se sente mais fortalecido pra não deixar a peteca cair. A gente sempre tá lado a lado, ombro a ombro, um do lado do outro, forte na luta”.

IMG 1479 640x457

“Nós, da Rede de Feiras, realizamos reuniões para debater questões que vão trazer melhorias para as nossas Feiras como embalagens, transportes dos produtos, apresentação, armazenamento, preços e, a substituição de sacos plásticos por outro material que faça menos mal ao meio ambiente.” Maria de Fátima dos Santos (Fafá), Comunidade Jenipapo, Itapipoca

 

 

A Rede se inspira no movimento agroecológico que ganha força pelo país ao reunir agricultores/as, suas organizações, instituições e consumidores/as em torno da defesa da agricultura familiar, da agroecologia, da sustentabilidade, da reforma agrária, dos modos de vida das famílias agricultoras e dos povos e comunidades tradicionais.

 

Atualmente dezesseis Feiras Agroecológicas e Solidárias compõe a Rede. Parte delas acontece nas sedes dos municípios como é o caso das Feiras de Sobral, Itapipoca, Trairi, Apuiarés, Tururu, Paracuru, Pedra Branca, Quixeramobim e Fortaleza que reúnem agricultores e agricultoras dos Territórios Vales do Curu e Aracatiaçu, Sertão Central e Maciço de Baturité. As outras acontecem nos distritos e nas próprias comunidades como é o caso das feiras dos distritos de Aracatiaçu e Taperuaba (Sobral), São João dos Queiroz (Quixadá), Serrota (Pentecoste) e Purão (Trairi). Além dessas, a Rede também apoia a Feira Agroecológica no Espaço Antônio Conselheiro, no município de Quixeramobim.

 

Para o CETRA, a Rede de Feiras fortalece a dimensão política dos processos de organização e comercialização das agricultoras e agricultores. A auto-organização dos/as agricultores/as em torno de práticas da economia solidária, da produção de alimentos para a segurança alimentar e nutricional e a busca por autonomia refletem a resistência desses sujeitos frente à padronização do seu patrimônio alimentar e modos de vida. Nesse espaço de diálogo são pautados tanto a qualificação do processo de comercialização quanto o acesso às políticas públicas e as formas de como aproximar um maior número de pessoas aos alimentos agroecológicos no campo e na cidade.

 

DSC02647 MOD 640x480

 

 

Onde encontrar as Feiras Agroecológicas e Solidárias apoiadas pelo CETRA?

 

 > Feira Agroecológica e Solidária - FORTALEZA

Toda primeira sexta-feira do mês na sede do CETRA Fortaleza, das 15h às 18h.

rua Capitão Gustavo, 3842 - São João do Tauape

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária - ITAPIPOCA

Toda quarta-feira na praça da matriz a partir das 6h.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária - APUIÁRES

Toda quarta-feira na praça da matriz a partir das 7h.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária - PARACURU

Quinzenalmente às sextas-feiras na praça da matriz a partir das 7h.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária - PURÃO (TRAIRI)

Todo segundo domingo de cada mês, a partir das 7h.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária - TRAIRI

Quinzenalmente, às quartas-feiras, na praça José Granja Ribeiro, a partir das 7h.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária - SOBRAL

Toda segunda quinta-feira do mês, na praça de Cuba (esquina das ruas General Tibúrcio e Viriato de Medeiro), a partir das 7h.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária - COMUNIDADE SÃO JOÃO DOS QUEIROZ (QUIXADÁ)

Todos os sábados na praça da Igreja, a partir das 7h

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária - PEDRA BRANCA

Todas as sextas-feiras no Galpão da Agricultura Familiar, a partir das 7h.

 

 

> Feira da Agricultura Familiar de QUIXERAMOBIM

Todas as quartas-feiras no Galpão da Agricultura Familiar a partir das 6h.

 

 

> Feira Agroecológica do Espaço Antônio Conselheiro - QUIXERAMOBIM

Última sexta-feira do mês no Espaço Antônio Conselheiro (IAC), a partir das 16h. Rua Desembargador Américo Militão, 410, Centro.

Feira acompanhada pelo Instituto Antônio Conselheiro - IAC.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária de TURURU

Praça da matriz, todas as últimas sextas-feiras de cada mês, das 7h às 10h.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária de SERROTA (PENTECOSTE)

Toda sexta-feira, na rua Santa Rita s/n, das 6h às 10h.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária de ARACATIAÇU (SOBRAL)

Primeira quinta-feira de cada mês na praça Monsenhor Odilon Marinho de Pinho (rua Coronel Francisco - Centro), a partir das 6h.

 

 

> Feira Agroecológica e Solidária de TAPERUABA (SOBRAL)

Toda última sexta-feira do mês, na praça Nossa Senhora do Carmo (av. Nossa Senhora do Carmo, s/n, Centro), das 7h às 12h.

 

Onde encontrar as Feiras Agroecológicas e Solidárias apoiadas pelo CETRA?

 

> Feira Agroecológica e Solidária - FORTALEZA

Toda primeira sexta-feira do mês na sede do CETRA Fortaleza, das 15h às 18h.

rua Capitão Gustavo, 3842 - São João do Tauape

 

> Feira Agroecológica e Solidária - ITAPIPOCA

Toda quarta-feira na praça da matriz a partir das 6h.

 

> Feira Agroecológica e Solidária - APUIÁRES

Toda quarta-feira na praça da matriz a partir das 7h.

 

> Feira Agroecológica e Solidária - PARACURU

Quinzenalmente às sextas-feiras na praça da matriz a partir das 7h.

 

> Feira Agroecológica e Solidária - PURÃO (TRAIRI)

Todo segundo domingo de cada mês, a partir das 7h.

 

> Feira Agroecológica e Solidária - TRAIRI

Quinzenalmente, às quartas-feiras, na praça José Granja Ribeiro, a partir das 7h.

 

> Feira Agroecológica e Solidária - SOBRAL

Toda segunda quinta-feira do mês, na praça de Cuba (esquina das ruas General Tibúrcio e Viriato de Medeiro), a partir das 7h.

 

> Feira Agroecológica e Solidária - COMUNIDADE SÃO JOÃO DOS QUEIROZ (QUIXADÁ)

Todos os sábados na praça da Igreja, a partir das 7h

 

> Feira Agroecológica e Solidária - PEDRA BRANCA

Todas as sextas-feiras no Galpão da Agricultura Familiar, a partir das 7h.

 

> Feira da Agricultura Familiar de QUIXERAMOBIM

Todas as quartas-feiras no Galpão da Agricultura Familiar a partir das 6h.

 

> Feira Agroecológica do Espaço Antônio Conselheiro - QUIXERAMOBIM

Última sexta-feira do mês no Espaço Antônio Conselheiro (IAC), a partir das 16h. Rua Desembargador Américo Militão, 410, Centro.

Feira acompanhada pelo Instituto Antônio Conselheiro - IAC.

 

> Feira Agroecológica e Solidária de TURURU

Praça da matriz, todas as últimas sextas-feiras de cada mês, das 7h às 10h.

 

> Feira Agroecológica e Solidária de SERROTA (PENTECOSTE)

Toda sexta-feira, na rua Santa Rita s/n, das 6h às 10h.

 

> Feira Agroecológica e Solidária de ARACATIAÇU (SOBRAL)

Primeira quinta-feira de cada mês na praça Monsenhor Odilon Marinho de Pinho (rua Coronel Francisco - Centro), a partir das 6h.

 

> Feira Agroecológica e Solidária de TAPERUABA (SOBRAL)

Toda última sexta-feira do mês, na praça Nossa Senhora do Carmo (av. Nossa Senhora do Carmo, s/n, Centro), das 7h às 12h.


projetos home pt

Políticas Públicas como D…

O projeto Políticas Públicas como Direito tem como principal objetivo promover processos de formação... Leia mais

Formação e Mobilização So…

- Cisternas de Placa   Construção de tecnologias sociais de acesso à água nos municípios... Leia mais

Juventude Comunica Direit…

O projeto Juventude Comunica os Direitos da Criança, do Adolescente e da Mulher tem... Leia mais