Depois de sete meses transitando entre os campi da Universidade Estadual do Ceará, volta a Fortaleza, a partir dessa sexta-feira (07), a exposição fotográfica Iandé Á’Tã Joaju — Juntos Somos Fortes. A abertura oficial acontece no campus de Fátima, a partir das 09h, e a visitação é gratuita.

 

A exposição, que fica aberta a visitação até o dia 07 de abril, retrata, a partir de fotografias feitas no povo Tremembé da Barra do Mundaú (Itapipoca/CE), os modos de vida, saberes, a ligação com a Mãe Terra e o respeito à vida que marcam a história e a vida dos povos originários do Ceará. “Para nós Tremembé da Barra do Mundaú, esta exposição de fotografias tem um significado importante para a luta que fazemos em defesa de nosso território, pois a mesma retrata elementos que mantém viva a nossa esperança de um dia ter nossa terra demarcada”, conta a jovem liderança indígena Mateus Tremembé. E continua: “estamos super felizes por ver a nossa cultura e tradição sendo apreciada e exposta dentro da Universidade Estadual do Ceará”. 

 

As fotografias da exposição Iandé Á’Tã Joaju — Juntos Somos Fortes são de Marcos Vieira. Sobre elas, o jornalista e escritor Flávio Paiva escreve, na apresentação da exposição, que elas são “essencialmente uma reafirmação do lugar do olhar imerso em matizes culturalistas, aproximando o que está dentro com o que está fora da imagem”. Ainda segundo Flávio, “cada imagem captada por ele não é apenas um gesto de corte do real, mas uma religação de histórias, de memórias e de imaginários”.

 

Exposição itinerante

 

O percurso da exposição pelos campi da UECE começou no Campus Itaperi, em Fortaleza, seguindo para os demais campi distribuídos pelo Ceará, com o objetivo não apenas da apreciação das fotografias, mas, sobretudo, de refletir sobre as populações indígenas, reafirmando a universidade pública enquanto o espaço de discussão e de democratização dos saberes. De Fortaleza, a exposição seguiu para Itapipoca, na FACEDI, Tauá, na CECITEC, Crateús, na FAEC, Iguatu, na FECLI, Limoeiro do Norte, na FAFIDAM e Quixadá, na FECLESC. Para finalizar o ciclo itinerante em parceria com a UECE, a exposição retorna à Fortaleza, dessa vez no Centro de Humanidades, de 07 de fevereiro a 07 de abril.

 

A exposição é realizada pelo Centro de Estudos do Trabalho e de Assessoria ao Trabalhador – CETRA, através do projeto Ação Tremembé, em parceria com o Povo Tremembé da Barra do Mundaú e apoiada pela União Europeia, Governo do Estado do Ceará, através da Secretaria de Desenvolvimento Agrário — SDA e Universidade Estadual do Ceará.

 

Ação Tremembé

 

O Projeto Ação Tremembé realizou, durante três anos (2016-2019), juntamente com o Povo Tremembé da Barra do Mundaú ações com o intuito de potencializar a defesa dos direitos humanos dos povos indígenas cearenses e, em especial, do Povo Tremembé da Barra do Mundaú. Foram três anos de muito aprendizado, troca de conhecimento, fortalecimento das articulações e ampliação da visibilidade da luta pela terra — realizada a partir da campanha Iandé Á’tã Joaju — Juntos Somos Fortes! Pela demarcação imediata da terra indígena Tremembé da Barra do Mundaú, que também dá nome à exposição.

 

“O Projeto Ação Tremembé, trouxe a mensagem de que eu poderia ir muito além das cercas da comunidade, que o Ceará ou Brasil não são o meu limite, que meus sonhos podem sim ser realizados, e que eu sou o responsável por luta por eles. Mostrou-me também que eu poderia produzir minha própria comunicação, e é isso que faço. Suas formações despertaram em mim o interesse em fazer fotografia, vídeos, danças e acima de tudo, possibilitou o meu desenvolvimento como Luan de Castro, o jovem indígena que produz comunicação indígena”, conta Luan de Castro, jovem Tremembé.

 

SERVIÇO

Exposição Fotográfica Iandé Á’Tã Joaju — Juntos Somos Fortes

Abertura: sexta-feira, dia 07 de fevereiro às 09h no Centro de Humanidades, no Campus Fátima da UECE, em Fortaleza.

Visitação de 07 de fevereiro a 07 de abril, no Centro de Humanidades, no Campus Fátima da UECE, em Fortaleza. Funcionamento das 8h às 17h, de segunda a sexta.

Entrada gratuita.

 


projetos home es

Políticas Públicas como D…

El proyecto Políticas Públicas como Derecho tiene como principal objetivo promover procesos de... Leia mais

Formación y Movilización …

Cisternas de Placa   Construcción de tecnologías sociales de acceso al agua en los municipios... Leia mais

Juventud Comunica Derecho…

El proyecto Juventud Comunica los Derechos del Niño, del Adolescente y de la... Leia mais